Administrativo

Coronavírus


Com o objetivo de trazer as últimas informações e atualização a respeito do Coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Aiuruoca está disponibilizando um portal exclusivo de informações desta pandemia respiratória no mundo e no município. São informações oficiais dos monitoramentos realizados pela Secretaria Municipal de Saúde. Todas as informações serão disponibilizadas nesta página a partir da data de sua publicação.

Os coronavírus são uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus – COVID-19 – foi descoberto em 31 de dezembro de 2019 após casos registrados na China.

Os coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, somente em 1965 eles foram descritos como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, similar a uma coroa. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63, e beta coronavírus OC43, HKU1, e a maioria das pessoas se infecta com algum desses ao longo da vida; sendo as crianças as mais propensas a se infectarem.

A avaliação da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre o risco de contágio e impacto do COVID-19, a partir de 28/02/2020, classifica a evolução deste evento, a nível global, de “muito alto”. Em 30/01/2020, a OMS já havia declarado o surto de Doença Respiratória Aguda pelo SARS-CoV-2 como uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII).

Assim, todos os países devem estar preparados para conter a transmissão do vírus e prevenir a sua disseminação por meio de vigilância ativa com detecção precoce, isolamento e manejo adequados dos casos, investigação/monitoramento dos contatos e notificação oportuna.

Os nomes oficiais são:

Doença: doença de coronavírus (COVID-19)
Vírus: síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 (SARS-CoV-2) 2

Como prevenir

Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
Evitar contato próximo com pessoas doentes.
Ficar em casa quando estiver doente.
Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção). Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Transmissão

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Sintomas

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. No entanto, o coronavírus (SARS-CoV-2) ainda precisa de mais estudos e investigações para caracterizar melhor os sinais e sintomas da doença.

Os principais são sintomas conhecidos até o momento são:

Febre.
Tosse.
Dificuldade para respirar.

O que fazer

Casos suspeitos leves podem isolamento domiciliar, com repouso e uso de medicamentos analgésicos e antitérmicos para alívio dos sintomas, além de bastante hidratação. Em caso de piora no quadro, no entanto, com aumento e persistência da febre, e/ou dificuldade para respirar, recomenda-se buscar a unidade básica de saúde mais próxima. Apenas casos graves necessitam encaminhamento para hospital com leitos de isolamento. Casos leves poderão ser acompanhados pela Atenção Primária e instituídas medidas de precaução domiciliar. Porém, é necessário avaliar cada caso.

Incubação da doença

A doença pode ficar incubada até duas semanas após o contato com o vírus. O período médio de incubação é de 14 dias.

Diagnóstico

O diagnóstico do novo coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Para confirmar a doença é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o RNA viral, a partir de 1 (uma) amostra.

Laboratórios credenciados para o diagnóstico do Covid-19 em Minas Gerais: Funed, Hermes Pardini, Fleury e Alvaro. Caso o Covid-19 tenha sido confirmado por diagnóstico em laboratório não credenciado, a contraprova será realizada pela Funed.

Tratamento

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano. No caso do coronavírus é indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, como uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos). Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental buscar isolar-se doméstico. Apenas em caso de piora dos sintomas, como persistência da febre e dificuldade de respirar, deve-se buscar atendimento na unidade básica de saúde mais próxima.

Gripe e Coronavírus, diferença

No início da doença, não existe diferença quanto aos sinais e sintomas de uma infecção pelo novo coronavírus em comparação com os demais vírus. Por isso, é importante ficar atento às áreas de transmissão local e comunitária.

Orientação para as gestantes

A infecção pelo COVID-19 é uma doença de aparecimento recente e, por isso, ainda não há conhecimento específico sobre o tema que permita a elaboração de protocolos assistenciais obstétricos específicos. As orientações atuais derivam da analogia com infecções causadas por​ vírus da mesma família que o COVID-19 e outros vírus, como CoV-SARS, CoV-MERS e H1N1. Sendo assim, é altamente recomendável que as equipes de saúde se organizem para garantir que as gestantes permaneçam o mínimo de tempo necessário para a realização das consultas de rotina de pré-natal, evitando ao máximo aglomerações em salas de esperas. Também se justifica, no momento atual, a suspensão temporária dos grupos operativos de gestantes.

Para o atendimento de gestante, em serviços de saúde, classificada como “caso suspeito” a grávida em atendimento deverá utilizar máscara​ de proteção e o profissional deverá utilizar equipamentos de proteção individual (EPI) que inclui máscara, luvas, óculos e avental. Além disso, o acompanhamento pré-natal das gestantes com suspeita de infecção pelo COVID-19 deverá ser mantido no nível assistêncial em que a gestante já estava sendo atendida anteriormente, ou seja, as gestantes de risco habitual continuarão na Atenção Primária à Saúde (APS) e as de alto risco, deverão manter o atendimento no nível secundário (pré-natal de alto risco).

Ressaltamos que as medidas de prevenção e controle estão em constante atualização, e é fundamental acompanhar, visto que a situação epidemiológica é dinâmica e a orientação pode ser alterada a qualquer momento.

Boletins Informativos de Aiuruoca

15/03/2020 – Nota oficial da Secretaria Municipal de Saúde – A Secretaria de Saúde de Aiuruoca acompanha atentamente o quadro atual do coronavírus em nossa região. Estamos em contato direto com a Superintendência Regional de Saúde de Varginha que tem atualizado todas as informações a respeito da pandemia que atinge nosso país.
Até o momento não há motivos para cancelamento de aulas ou qualquer aglomeração no município, visto que não há casos suspeitos registrados ou comprovados em Aiuruoca e região.
Cabe a cada região avaliar junto as autoridades locais o que se deve fazer é quais os riscos a considerar, uma vez que as ações são modificadas de acordo com o cenário epidemiológico e se houver necessidade, o Chefe do Executivo, tomará as decisões imprevisíveis para manter a segurança de nossos moradores e visitantes.
Mais é importante lembrar que “medidas gerais válidas, a partir desta sexta-feira (13), a todos os estados brasileiros, incluem o reforço da prevenção individual com a etiqueta respiratória (como cobrir a boca com o antebraço ou lenço descartável ao tossir e espirrar). Os vírus respiratórios se espalham pelo contato, por isso a importância da prática da higiene frequente, a desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência, como celulares, brinquedos, maçanetas, corrimão, são indispensáveis para a proteção contra o vírus. Até mesmo a forma de cumprimentar o outro deve mudar, evitando abraços, apertos de mãos e beijos no rosto.”
Essas são as maneiras mais importantes pelas quais as pessoas podem proteger a si e sua família de doenças respiratórias, incluindo o coronavírus.
Neste momento solicitamos calma, pois, o pânico é prejudicial, causa desinformações, estresse e ansiedade. Entre no link https://coronavirus.saude.gov.br/ e siga os protocolos adequados.

Erlison Vitor Lopes
Secretário Municipal de Saúde

16/03/2020 – Nota da Secretaria Municipal de Educação – A Prefeitura Municipal de Aiuruoca através da Secretaria Municipal de Educação informa que irá paralisar as atividades nas escolas municipais e creche no período de 18 a 20 de março, atendendo ao decreto do Governo Estadual, conforme medida de prevenção ao contágio do coronavírus, entre alunos e funcionários.

Kênia Campos Carmo
Secretária Municipal de Educação

18/03/2020 – Nota da Secretaria Municipal de Saúde – A Prefeitura de Aiuruoca através da Secretaria Municipal de Saúde, orienta todos os viajantes e munícipes que retornarem de viajem de BH, SP e RJ, por medidas de segurança e risco de contágio que fiquem em isolamento domiciliar por 7 dias. Caso apresente algum sintoma, o isolamento neste caso é por até 14 dias. A recomendação para a população aiuruocana neste momento difícil é NÃO VIAJAR.

Érlison Vitor Lopes
Secretário Municipal de Saúde

18/03/2020 – Nota da Prefeitura de Aiuruoca –  O Prefeito de Aiuruoca, Paulo Roberto Senador, assinou hoje (18) o decreto nº 21/2020 que dispõe de medidas de prevenção ao contágio, enfrentamento e contingenciamento pela infecção ao Coronavírus – COVID-19 no município de Aiuruoca.

Leia no decreto clicando AQUI.

18/03/2020 – Nota da Secretaria Desenvolvimento Econômico, Social, Ambiental e de Turismo – Como é do conhecimento de todos, foi expedido pelo pela Prefeitura o Decreto nº 21 de 18 de março de 2020 que traz informações importantes a respeito de medidas adotadas em prol do nosso Município.

Solicitamos a gentileza de que caso tenham informações de grupos de turistas ou de visitantes que estejam circulando por nosso município, nos avise imediatamente, para que possamos orientá-los da forma adequada.

Recomendamos ainda que, neste momento em que vivemos este desafio, os donos de pousadas não recebam turistas e visitantes. Muitos já têm colaborado conosco, porém, é necessária adesão completa nesta campanha. Aos guias, donos de bares e restaurantes, solicitamos que também sigam as medidas expressas no Decreto.

Caso seja imprescindível acolher alguém vindo de outros estados ou municípios, adotem os protocolos indicados no Decreto e também nos comunique imediatamente, este procedimento visa somente o acompanhamento e registro. Para maiores informações e formas de prevenção do coronavírus, entrem no link: https://coronavirus.saude.gov.br/

O contato com a secretaria poderá ser feito pelo telefone (35) 3344-1924 ou e-mail: sedesa.pmaiuruoca@gmail.com
O Decreto poderá ser acessado clicando AQUI

Muito obrigado pela colaboração de todos vocês.

Gilberto Furriel
Secretário de Desenvolvimento Econômico, Social, Ambiental e de Turismo

19/03/2020 – Treinamento para a equipe de saúde – Com o objetivo de se precaverem e realizarem, se necessário, tratamento com os melhores protocolos de segurança e para a não contaminação de mais pacientes e equipe médica pelo COVID-19, nesta quinta-feira (19), a Secretaria Municipal de Saúde de Aiuruoca realizou um simulado real de atendimento a um paciente infectado por Coronavírus.
No treinamento, profissionais foram capacitados em como agir em uma situação de atendimento a um paciente com suspeita de infecção pelo novo vírus. Foram contemplados desde o fluxo da chegada do paciente dando entrada na emergência, até as etapas subsequentes, como atendimento na recepção, com avaliação de risco e, em seguida, atendimento médico, além da coleta do material para análise laboratorial, explicou o Secretário de Saúde, Érlison Vitor Lopes

 

20/03/2020 – Atos do executivo – A Prefeitura de Aiuruoca fechou a principais entradas e estradas da cidade e na tarde de hoje (20),  o Prefeito Paulo Roberto Senador, editou mais (02) dois decretos sobre a venda e exploração do comércio ambulante na cidade e o funcionamento de atividades como pousadas, chalés e similares, tendo multa prevista de R$ 10.000,00 por hóspede. No mesmo dia, o Prefeito editou e decreto nº 25/2020 que restringe o funcionamento do comércio local de itens não essenciais, com multa prevista de R$ 5.000,00 aos que descumprirem o decreto.

Clique aqui e visualize: https://bit.ly/2xfjjzw

 

25/03/2020 – Campanha de Prevenção – A Prefeitura de Aiuruoca, desde o início do mês vem reforçando as campanhas de prevenção e combate ao COVID-19 (Coronavírus). Durante vários dias estão sendo divulgados pelas redes sociais campanhas que trabalham a prevenção e a importância do isolamento social. Teve também início a campanha audiovisual do COVID-19, com o nome de “Boa Prosa”. Boletins epidemiológicos estão sendo divulgados diariamente.

30/03/2020 – A Promotoria de Justiça de Aiuruoca, lança documento de recomendação contra preços abusivos de produtos essenciais em época de pandemia – prática de crime; limitação quantitativa na aquisição de produtos essenciais – possibilidade e legalidade para garantia do fornecimento a todos os consumidores; orientações para comerciantes, consumidores e forças policiais.

Clique aqui e visualize