Turismo

Aiuruoca passa a compor o mapa do turismo brasileiro.


No último dia 7 de julho, o município de Aiuruoca, juntamente com os outros municípios do circuito terras altas da mantiqueira, passa a compor o mapa do Turismo brasileiro. O mapa do Turismo realizado pelo ministério do Turismo é uma estratégia de desenvolvimento para os municípios, uma vez que, através deste instrumento se direcionam as políticas públicas da área de maneira descentralizada.

Aiuruoca
Seu nome é sugestivo, deriva da língua Tupi, e significa ‘casa dos papagaios’. Com características típicas das cidades interioranas do sul de Minas, tem forte influência da pecuária leiteira, do povo simples e acolhedor, e de clima agradável.

O município abriga cachoeiras, corredeiras, picos, montanhas e uma rica e preservada Mata Atlântica.

O Pico do Papagaio é uma atração à parte. Formação rochosa que se eleva à 2,1 mil metros de altitude (e de formas delicadas) é o cartão postal da cidade. É um dos atrativos mais procurados e visitados de Aiuruoca e possui 25m de altura e termina em uma grande piscina natural de águas cristalinas.

Os 309 anos de história da cidade estão presentes nos casarões e fazendas coloniais, nas travessas calçadas de pedra, nas imagens sacras barrocas, nas festividades bicentenárias – como a Semana Santa – e nas palavras de seus poetas, sendo Dantas Motta o patriarca.

Outros pontos turísticos merecem destaques: cachoeiras (mais de 50), entre elas dos Garcias, das Fadas, Duas Quedas e Deus me Livre.

Os mais de 20 picos impressionam, assim como o ‘Parque Estadual da Serra do Papagaio’, o Vale do Matutu, o Vale dos Garcias e a Serra Verde.