Administrativo

Alerta: O Perigo das Queimadas


Sai a chuva, entra o fogo. Sabe por que muitas crianças e adultos vão parar no hospital ou no posto de saúde? A fumaça da queima de produtos como madeira, capim, plástico, Galhos e folhas, por motivo de limpeza, aquecimento ou iluminação, mata milhares de pessoas (principalmente crianças e idosos), todos os anos no mundo.
Você sabe quais venenos existem na fumaça que inalamos? A queimada urbana é considerada crime ambiental, produz fumaça que é formada por vários gases nocivos, partículas de carvão, visíveis e invisíveis, a queima de plásticos gera dioxinas e furanos, e outras inúmeras substâncias tóxicas, cancerígenas e mutagênicas. a fumaça pode provocar ou desencadear ataques de asma/bronquite, rinite, sinusite, conjuntivite, otite, enfisema pulmonar e pneumonia.
O monóxido de carbono e um gás extremamente tóxico, capaz de trazer danos extremos a saúde do homem. A fumaça que vem cobrindo nossa região está cheia desse gás, transformando nosso ar.
A seca e a umidade do ar acarretam alguns sintomas. Devido a esse período em que o ar encontra-se muito denso, há um aumento nos casos de tosse, ressecamento nas narinas, resfriado nas crianças, falta de ar, casos de asma e idoso que tem doenças pulmonares.
Crianças e idosos são os que mais sofrem com essa poluição, pois essa fumaça compromete todo o sistema respiratório.
Quem queima está fabricando e espalhando gases venenosos, para si, e para milhares de pessoas que estarão respirando, incluindo idosos, mulheres grávidas e crianças, que poderão ficar doentes e ter complicações mais sérias, podendo levar a morte.
Colocar fogo fora do período É CRIME, mesmo que sejam de folhagens na frente da residência com intuito de limpar o quintal.
Os prejuízos aparecem nos Posto de Saúde da Família, onde o fluxo de crianças e idosos com problemas respiratórios aumenta, e o que trás sérios danos a saúde e fazem as famílias gastarem com farmácia e superlotar os hospitais públicos.

Como colaborar?
1) Não queimando nada (folhas/galhos, capim, madeiras, lixo, papéis, móveis, calçados, roupas, cabos e fios elétricos, pneus, rejeitos de qualquer espécie, sobras etc).
2) Não acumulando folhas, capim, galhos, rejeitos, que possam ser queimados por outras pessoas.
3) Colocando o saco de lixo no local correto, para a coleta.
4) Não jogando os materiais acima em áreas baldias, abandonadas, lixões, bem como em praças, ruas, calçadas, sarjetas, bocas de lobo/bueiros, margens de córregos, acostamentos etc, onde alguém poderá queimá-los.
5) Ensacando ou enterrando os rejeitos vegetais.
6) Lendo os demais informes e passando adiante as informações, para os familiares, vizinhos, amigos, colegas, professores, alunos, igrejas, clubes, associações de moradores etc.

Vantagens em colaborar:
1) Ar puro ou ar de melhor qualidade.
2) Mais conforto, mais saúde, menos doenças, menos mortes, mais felicidade.
3) Menos idas aos órgãos de saúde e menores gastos com remédios.
4) Menos problemas com os órgãos policiais e de vigilância ambiental.
5) Consciência cidadã do dever cumprido e do respeito às Leis e à vida.

Para amenizar:
Manter o ambiente ventilado, limpar a casa com pano molhado, manter a alimentação e hidratação tomando bastante líquido, fazer inalação, caso o desconforto continue, procure sempre uma Unidade de Saúde.